Conheça as principais causas de deficiências visuais na atualidade e entenda como incluir pessoas com deficiência visual - SunKids

Conheça as principais causas de deficiências visuais na atualidade e entenda como incluir pessoas com deficiência visual

Diversos estudos mostraram que na atualidade, o número de pessoas com deficiência visual aumentou consideravelmente quando comparamos com alguns anos atrás. Tal ponto pode ser explicado por conta do crescimento de pessoas com doenças oculares congênitas (passadas através da hereditariedade), e também por conta de más práticas oculares provenientes de toda a sociedade, ocasionando em uma queda na saúde ocular geral.

Contudo, o objetivo deste artigo é explicar o que é deficiência visual, suas classificações e as principais causas na mesma na atualidade. Entretanto, como o número de pessoas que possuem tais deficiências aumentou consideravelmente, também achamos fundamental trazer algumas dicas referentes à inclusão de pessoas com deficiência visual.

Tendo isso em mente, se você deseja ficar por dentro de tudo que diz respeito a tais assuntos, algo que poderá lhe ajudar a cuidar da sua saúde ocular no dia a dia, e até mesmo a se relacionar e incluir pessoas que possuam alguma deficiência visual, recomendamos que preste muita atenção em toda as informações a seguir.

Afinal, o que é uma deficiência visual?

Antes de tudo, é um fato que inúmeras pessoas não sabem o verdadeiro significado e classificações de deficiências visuais, algo que deve ser mudado o mais rápido possível, já que estas definições servem para criar uma boa base sobre o assunto para todos, e portanto, trouxemos a sua explicação.

De forma geral, a deficiência visual pode ser resumida pela perda de visão (total ou parcial), algo que deve acontecer em ambos os olhos e não possuir cura, sendo um problema definitivo (não pode ser tratado com lentes corretivas) que acompanhará o indivíduo até o fim de sua vida. 

Muitas pessoas acham que a miopia é considerada como uma deficiência visual, entretanto, tal pensamento está completamente errado, já que a miopia é uma síndrome ocular que apresenta mais de um tratamento possível, como por exemplo: uso de óculos com lentes corretivas e a cirurgia de correção.

Classificação de deficiências visuais e seus graus

As deficiências visuais podem ser classificadas e receberem um grau de influência, algo que varia de acordo com o comprometimento que a visão do indivíduo possui (por exemplo, se ele ainda consegue enxergar com certa dificuldade, ou se possui cegueira total). Estas classificações são:

  • Baixa visão, a qual pode ser definida pelo grau de leve, moderada e até mesmo profunda: Diminui consideravelmente a capacidade de enxergar do indivíduo;
  • Próximo a cegueira: O indivíduo ainda é capaz de perceber alguns raios de luz e outros estímulos através da visão, entretanto, não consegue identificar objetos, desenhos, letras, entre outros.

  • Cegueira: Por fim, a maior classificação de deficiência visual é a cegueira total, onde o indivíduo apresenta uma perda total da sua capacidade de visão.

Quais são as principais causas destes problemas?

Pode-se dizer que existem inúmeras causas e fontes que podem levar uma pessoa a se tornar deficiênte visual (claro, se ela já não ter nascido com tal problema), sendo as principais que podemos observar na atualidade: 

  • Glaucoma;
  • Degeneração macular;
  • Retinopatia diabética;
  • Catarata;
  • Entre outras.

Como manter um bom relacionamento e incluir pessoas com deficiência visual

Por fim, mas também considerado como a parte mais importante deste artigo, chegou o momento em que você conseguirá observar algumas dicas e práticas para manter um bom relacionamento e ainda incluir pessoas com deficiência visual, algo que todas as pessoas devem saber na atualidade.

Grande parte da população acha que é um total desaforo e até mesmo piada utilizar os termos de “cego”, “olhar” e “ver” com deficientes visuais, entretanto, eles consideram tais utilizações completamente comuns, e até mesmo utilizam-as, portanto, pode usá-las naturalmente.

Também é recomendado que você se atente ao tom de voz ao conversar com uma pessoa cega, já que na maioria das vezes, as pessoas acabam aumentando a tonalidade sem qualquer motivo.

Para auxiliar um deficiente visual a se guiar, você deve oferecer o seu cotovelo para que ele o segure, e nunca puxá-lo pelo braço ou de alguma outra maneira. Também vale dizer que é fundamental perguntar se o indivíduo precisa de ajuda antes de realizar qualquer prática.

Na atualidade, existem diversos programas e softwares que possuem o intuito de incluir e auxiliar as pessoas com deficiência visual a realizarem determinadas atividades, algo que também é interessante de se conhecer.

Deixe um comentário

Obs: Os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados.

Este site é protegido por reCAPTCHA e a Política de privacidade e os Termos de serviço do Google se aplicam.