Bebê com olho lacrimejando: o que pode ser?

Bebê com olho lacrimejando: o que pode ser?

O bebê com olho lacrimejando, apesar de ser comum, pode suscitar preocupações entre pais, uma vez que desde os primeiros meses de vida, é possível que os recém-nascidos apresentem um excesso de lágrimas ou mesmo uma aparente obstrução no fluxo lacrimal.

 Este fenômeno pode ser desencadeado por diversas causas, desde condições simples e passageiras, como irritações leves, até questões mais complexas, como ductos lacrimais bloqueados. 

Compreender as possíveis razões por trás de um bebê com olho lacrimejando é crucial para identificar a necessidade de intervenção e proporcionar o alívio adequado. 

Entendendo a anatomia do sistema lacrimal dos bebês 

O sistema lacrimal nos bebês, encarregado de produzir e drenar lágrimas, é composto por várias estruturas:

  • Glândulas lacrimais: Localizadas no canto superior externo de cada olho, são responsáveis pela produção de lágrimas.
  • Pontos lacrimais: Pequenas aberturas situadas nas pálpebras inferiores e superiores, pelas quais as lágrimas drenam.
  • Canalículos lacrimais: Ductos minúsculos que conectam os pontos lacrimais ao saco lacrimal.
  • Saco lacrimal: Reservatório para lágrimas situado na área entre o olho e o nariz.
  • Ducto nasolacrimal: Canal que conduz as lágrimas do saco lacrimal até a cavidade nasal, onde são finalmente drenadas.

Nos recém-nascidos, esse sistema pode estar imaturo, ocasionando o acúmulo ocasional de lágrimas e possíveis lacrimejamentos. A completa funcionalidade geralmente se desenvolve nos primeiros meses de vida do bebê.

Bebê com olho lacrimejando: Principais causas 

O bebê com o olho lacrimejando, pode ser ocasionado por diversas condições. Entre as mais comuns, destacam-se:

  • Ducto lacrimal obstruído: É a causa mais frequente, podendo ser congênita e muitas vezes se resolve sem intervenção.
  • Conjuntivite: Infecção ou inflamação da conjuntiva, podendo ser viral, bacteriana ou alérgica.
  • Corpos estranhos: Pequenos objetos ou cílios podem irritar o olho, causando lacrimejamento.
  • Blefarite: Inflamação das pálpebras, geralmente associada a uma infecção ou problemas de pele.
  • Traumas ou lesões: Arranhões ou impactos na região ocular podem provocar aumento da produção de lágrimas.
  • Glaucoma congênito: Embora raro, o aumento da pressão intraocular pode causar lacrimejamento, e é uma situação de urgência médica.

Dessa forma, é essencial consultar um pediatra ou oftalmologista para identificar a causa exata e receber o tratamento adequado.

bebê com olho lacrimejando

Alergias e irritações: Identificando os alérgenos comuns

O bebê com olho lacrimejando pode ser um sinal de alergias ou irritações causadas por diversos alérgenos. 

Assim, identificar esses alérgenos é essencial para o diagnóstico correto e o tratamento adequado. 

Entre os alérgenos mais comuns que podem afetar bebês e provocar reações nos olhos, destacam-se:

  • Pólen, muito presente durante as estações de florescimento das plantas.
  • Ácaros e poeira doméstica, que são alérgenos predominantes em ambientes internos.
  • Pelos de animais, especialmente em lares com pets.
  • Mofo, que pode crescer em ambientes úmidos e mal ventilados.
  • Produtos químicos, como os presentes em alguns sabões, perfumes ou cremes.

É importante observar o ambiente e as circunstâncias nas quais os sintomas do bebê se manifestam para ajudar a identificar possíveis alérgenos. 

bebê com alergia ocular

Infecções oculares: Sinais e sintomas a observar

Quando se trata de infecções oculares,o bebê com o olho lacrimejando pode ser um sinal. Portanto, é crucial estar atento a sinais e sintomas específicos que possam indicar um problema. Estes incluem:

  • Vermelhidão ou irritação na área do olho
  • Descarga de muco ou pus do olho, que pode fazer com que as pálpebras fiquem grudadas após o sono
  • Sensibilidade à luz ou fotofobia
  • Inchaço ao redor do olho ou pálpebras
  • Frequente esfregar dos olhos, o que pode indicar desconforto
  • Febre ou irritabilidade, que podem acompanhar uma infecção ocular mais grave

Vale lembrar que, ao presenciar qualquer um desses sintomas no seu bebê, procure imediatamente atendimento médico para uma avaliação adequada e tratamento.

Obstrução do ducto lacrimal: O que os pais precisam saber

A obstrução do ducto lacrimal é uma condição comum em bebês e geralmente é identificável quando um dos olhos está frequentemente lacrimejando ou com secreção.

 Aqui estão alguns pontos importantes que os pais devem entender sobre esta condição:

  • Prevalência: Aproximadamente 6% dos bebês nascem com algum grau de obstrução no ducto lacrimal.
  • Causas: A maioria dos casos ocorre porque o ducto lacrimal não se desenvolveu completamente antes do nascimento.
  • Sinais: Olho aguado, secreção mucosa e, às vezes, inflamação na área onde localizam-se os canais lacrimais.
  • Tratamento: Frequentemente, a condição se resolve espontaneamente nos primeiros meses de vida. Massagens suaves no ducto podem ajudar.
  • Quando procurar ajuda: Se os sintomas persistirem ou se houver sinais de infecção, como vermelhidão, inchaço ou dor, é fundamental procurar atendimento médico.

Além disso, é importante manter a área dos olhos limpa, usando um pano úmido e limpo para remover quaisquer secreções. 

Em casos persistentes, um especialista pode recomendar procedimentos para desobstruir o ducto manualmente ou até mesmo através de cirurgia.

Quando procurar um médico: Orientações para o cuidado dos olhos do bebê

  • Caso note secreção amarelada ou esverdeada.
  • Se a vermelhidão ou inchaço das pálpebras persistir.
  • Ao observar que o bebê tem dificuldade em abrir os olhos.
  • Manifestação de sensibilidade excessiva à luz.
  • Se, após várias semanas, o lacrimejamento não apresentar melhoras.
  • Em situações onde há irritação contínua ou se o bebê esfrega os olhos com frequência.

É essencial buscar orientação médica sempre que houver dúvida ou nossos casos citados acima para garantir o bem-estar e a saúde ocular do bebê! 

Leia também: Coceira nos olhos do bebê: O que pode ser? 

                       Passo a passo: Como limpar os olhos do bebe corretamente 

 

 O Blog da SunKids é um espaço para trocas sobre parentalidade, desenvolvimento infantil, educação, maternidade e muito mais. Se você tem alguma sugestão do que gostaria de ver por aqui, não deixe de comentar aqui! 

Deixe um comentário

Obs: Os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados.

Este site é protegido por reCAPTCHA e a Política de privacidade e os Termos de serviço do Google se aplicam.