Conjuntivite em bebês: Causas, sintomas e tratamentos - SunKids

Conjuntivite em bebês: Causas, sintomas e tratamentos

Cuidar de um bebê envolve estarmos sempre atentos às principais causas de doenças em recém-nascidos e, nesse sentido, a conjuntivite é uma das mais comuns. 

De modo geral, a conjuntivite é a inflamação da conjuntiva, uma membrana fina que cobre a parte branca do olho e reveste a parte interna da pálpebra. 

Essa inflamação pode ser causada por uma infecção bacteriana ou viral, alergias ou substâncias irritantes e os sintomas podem incluir vermelhidão, inchaço, secreção e coceira. 

E pode ser particularmente desafiadora em bebês que não conseguem comunicar seu desconforto. Entretanto, com as informações corretas, podemos tomar medidas para prevenir e tratá-la do modo mais tranquilo possível.  

Para entender mais sobre a conjuntivite em bebês, sintomas e tratamentos, continue lendo essa matéria. 

Introdução à conjuntivite em bebês

Como dissemos anteriormente, a conjuntivite é uma inflamação da conjuntiva, uma membrana fina que cobre a parte branca do olho e reveste a parte interna da pálpebra. 

É comum em bebês e crianças, pois seus sistemas imunológicos ainda estão em desenvolvimento, já que pode ser causada por uma infecção bacteriana ou viral, alergias ou substâncias irritantes, como por exemplo, poluição, poeira, contato com maquiagens, entre outros. 

 

bebê com conjuntivite

 

Causas de conjuntivite em bebês

Existem três tipos principais de conjuntivite: conjuntivite bacteriana, conjuntivite viral e conjuntivite alérgica. 

A conjuntivite bacteriana é causada por bactérias e pode ser tratada com antibióticos.

A conjuntivite viral é causada por vírus e geralmente desaparece por conta própria em alguns dias, já a conjuntivite alérgica é causada por alérgenos e pode ser tratada com medicamentos para alergia ou evitando os agentes alérgenos.

A infecção bacteriana é geralmente causada por bactérias como Staphylococcus aureus ou Streptococcus pneumoniae, enquanto que a infecção viral é frequentemente causada por vírus respiratórios, como adenovírus ou vírus sincicial respiratório. 

Já a conjuntivite alérgica pode ser causada por pólen, ácaros, pelos de animais ou outros alérgenos e conjuntivite irritante pode ser causada por fumaça, poluição, produtos químicos, entre outros agentes alérgenos.

Quais são os sintomas mais comuns da conjuntivite em bebês? 

Os sintomas mais comuns notados em bebês com conjuntivite incluem vermelhidão, inchaço, secreção e coceira nos olhos. 

A secreção pode ser clara ou amarelada e pode se acumular nas pálpebras, fazendo com que os olhos do bebê pareçam inchados. Esse quadro inflamatório também pode causar sensibilidade à luz e visão turva (embaçada). 

 

Conjuntivite em bebê - blog sunkids

Quais são os fatores de risco? 

Os bebês são particularmente suscetíveis à conjuntivite devido ao seu sistema imunológico ainda em desenvolvimento. 

Outro fator de risco se dá pelo fato de frequentar creches ou escolas, ter contato com pessoas infectadas e ter condições médicas que afetam o sistema imunológico.

Essas condições isoladas ou combinadas são geralmente responsáveis pelo quadro de conjuntivite nos pequenos. 

Como posso prevenir que meu bebê pegue conjuntivite? 

A prevenção da conjuntivite em bebês envolve basicamente a adoção de medidas de higiene adequadas, como por exemplo: 

  • Lavar as mãos com frequência; 
  • Limpar cuidadosamente as áreas ao redor dos olhos do bebê;
  •  Evitar o compartilhamento de toalhas, lençóis ou outros objetos pessoais.

Os pais também devem evitar o contato com pessoas infectadas e manter o bebê afastado de ambientes com fumaça, poluição ou outros agentes alérgenos.

Opções de tratamento para conjuntivite

O tratamento da conjuntivite em bebês depende da causa subjacente da doença. 

Assim, a conjuntivite bacteriana geralmente é tratada com antibióticos, enquanto a conjuntivite viral geralmente desaparece por conta própria em alguns dias e a conjuntivite alérgica pode ser tratada com medicamentos para alergia ou evitando os alérgenos.

Em alguns casos, pode ser necessário prescrever medicamentos para aliviar os sintomas, como colírios ou pomadas.

Cuidados da conjuntivite em casa

Alguns cuidados caseiros podem ajudar bastante a aliviar a sensação de desconforto no bebê com conjuntivite.

Desse modo, lavar cuidadosamente as áreas ao redor dos olhinhos do bebê com água morna e compressas frias podem ajudar a reduzir a vermelhidão e o inchaço nessa região.   

Conjuntivite em bebê 01

 

No entanto, é importante lembrar que esses cuidados  não substituem o tratamento médico adequado e que é de suma importância consultar um médico antes de tentar qualquer remédio caseiro.

 

Conclusão

A conjuntivite pode ter causas bacterianas, virais ou alérgicas. É importante ficar atento ao quadro inflamatório e sua evolução, devido ao desconforto e dor que pode causar nos bebês. 

Além de estar ciente dos sintomas, é recomendado utilizar compressas de água morna ou fria e limpar cuidadosamente a região dos olhos. No entanto, para garantir uma recuperação rápida e tranquila, é essencial consultar um oftalmopediatra.

Assim, seguindo as orientações médicas e tomando os cuidados necessários, é possível superar a inflamação e devolver a saúde do bebê o mais rapidamente possível.

 

Assista abaixo um vídeo do Canal Macetes de Mãe sobre o assunto: 

 

 

E, se essa matéria te ajudou a compreender mais sobre a conjuntivite em bebês, compartilhe para que essas informações cheguem a mais pessoas que também precisam saber dessas informações.  

Basta clicar no ícone aqui embaixo! 

Deixe um comentário

Obs: Os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados.

Este site é protegido por reCAPTCHA e a Política de privacidade e os Termos de serviço do Google se aplicam.