Ondas de calor: como proteger as crianças do calor excessivo

Ondas de calor: como proteger as crianças do calor excessivo

Ondas de calor representam um grande desafio para a saúde das crianças, pois elas são mais sensíveis aos efeitos do calor excessivo.

Dessa forma, é fundamental que os pais e responsáveis tomem medidas preventivas para garantir a segurança e o bem-estar das crianças durante períodos de calor intenso.

Neste artigo, discutiremos os perigos das ondas de calor, sinais comuns de exposição ao calor excessivo, medidas preventivas e cuidados essenciais a serem tomados.

Os perigos das ondas de calor

As ondas de calor ocorrem quando a temperatura ambiente se eleva a níveis extremos e se mantém alta por um período prolongado. Durante esses períodos, o corpo humano tem dificuldade em regular a sua temperatura interna, o que pode levar a uma série de problemas de saúde, especialmente em crianças.

A exposição prolongada ao calor excessivo pode levar à desidratação, insolação e exaustão por calor. Além disso, crianças correm maior risco de sofrerem golpes de calor, uma condição médica grave que pode causar danos aos órgãos e, em casos extremos, levar à morte.

Segundo a Dra Evelyn Eisenstein, pediatra e neonatologista da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP): 

“O calor excessivo pode ser extremamente perigoso para as crianças, pois elas têm dificuldade para regular sua temperatura corporal. As crianças têm menos massa corporal do que os adultos, o que significa que têm menos água para perder. Elas também têm menos suor, o que dificulta a liberação de calor do corpo. Por isso, as crianças são mais propensas à desidratação e à insolação."

Sintomas comuns de exposição ao calor excessivo

É importante reconhecer os sinais de que uma criança pode estar sofrendo com os efeitos do calor excessivo. Alguns dos sintomas mais comuns incluem:

  • Sede intensa
  • Boca e lábios secos
  • Fraqueza e fadiga
  • Tontura e desmaios
  • Dor de cabeça e náuseas
  • Pele seca e quente
  • Sudorese intensa ou falta de suor

Se observar algum desses sintomas em seu filho, é crucial agir rapidamente para evitar complicações mais graves.

Medidas preventivas para proteger as crianças

Para proteger as crianças durante ondas de calor, é essencial adotar medidas preventivas. Algumas práticas que podem ajudar incluem:

  • Hidratação adequada: Certifique-se de que a criança beba água regularmente, mesmo que ela não esteja com sede. Evite bebidas açucaradas ou cafeinadas, pois elas podem aumentar a desidratação.
  • Vestuário apropriado: Vista as crianças com roupas leves, de tecidos respiráveis e de cores claras, que ajudam a refletir a luz solar e manter o corpo mais fresco e, se possível, com proteção UV. 
  • Proteção solar: Use protetor solar com fator de proteção adequado e evite exposição direta ao sol nos horários de pico de calor e também óculos que protejam os olhos sensíveis delas. 
  • Ambiente fresco: Mantenha a casa ou o ambiente em que a criança estiver o mais fresco possível, utilizando ventiladores ou ar condicionado, se disponível.
  • Atividades ao ar livre: Evite atividades físicas intensas ao ar livre durante as horas mais quentes do dia. Procure locais sombreados ou opte por brincadeiras em ambientes internos.
Ondas de calor excessivo - saiba o que fazer

Cuidados essenciais durante ondas de calor

Durante períodos de ondas de calor, há cuidados extras que os pais e responsáveis devem ter com as crianças:

  • Monitorar a temperatura corporal: Verifique regularmente a temperatura corporal da criança e, caso ela esteja com febre ou sinais de hipertermia, procure ajuda médica imediatamente.
  • Reduzir atividades ao ar livre: Diminua o tempo gasto ao ar livre, principalmente durante o período mais quente do dia.
  • Banho ou compressas frias: Ofereça banhos frescos ou coloque compressas frias na testa e nuca da criança para ajudar a baixar a temperatura do corpo.
  • Alimentação adequada: Ofereça alimentos leves e frescos, como frutas e vegetais, para manter a hidratação e fornecer nutrientes essenciais.
  • Atenção aos grupos de risco: Crianças menores de 5 anos, bebês, indivíduos idosos e aqueles com condições médicas pré-existentes são mais suscetíveis a sofrerem com o calor excessivo. Mantenha um olhar atento a esses grupos e tome medidas adicionais de proteção.

Os impactos negativos da exposição prolongada ao calor

A exposição prolongada ao calor intenso pode ter impactos negativos na saúde das crianças a curto e longo prazo.

Além dos sintomas imediatos, como desidratação e exaustão, a exposição frequente pode aumentar o risco de doenças respiratórias, problemas cardiovasculares e até mesmo afetar o desenvolvimento cognitivo.

Portanto, é crucial adotar as medidas preventivas adequadas e estar atento aos sinais de que uma criança está sofrendo com o calor excessivo. Ao cuidar da saúde das crianças durante as ondas de calor, estaremos garantindo um ambiente mais seguro e proporcionando a elas melhor qualidade de vida.

Lembre-se: a prevenção e a atenção são essenciais para proteger as crianças do calor excessivo. 

E, se você ainda não escolheu os óculos com proteção UV, imprecindíveis para que as crianças enfrentem essas onda de calor com segurança, clique aqui e escolha o modelo que mais combina com o seu filho

Afinal, seu pequeno merece o melhor e de proteção e bem-estar infantil a SunKids entende muito bem! Aproveite nossa Black November e compre com descontos absolutamente imperdíveis!  

Deixe um comentário

Obs: Os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados.

Este site é protegido por reCAPTCHA e a Política de privacidade e os Termos de serviço do Google se aplicam.