TDAH em crianças: como saber?

TDAH em crianças: Característica, sintomas e tratamentos

2 comentários

O que é o TDAH?

O Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) é um distúrbio neurobiológico que afeta principalmente crianças em idade escolar. É caracterizado por dificuldades de concentração, impulsividade e hiperatividade. Para se ter uma ideia da importância desse assunto, em todo o mundo,estima-se que entre 5% e 10% das crianças tenham TDAH e nem sempre estejam corretamente diagnosticadas. 

Causas do TDAH em crianças

As causas exatas do TDAH ainda são desconhecidas, mas pesquisas sugerem que existem fatores genéticos e ambientais envolvidos no desenvolvimento do transtorno. Estudos também mostram que desequilíbrios químicos no cérebro, especialmente a falta de dopamina e norepinefrina, podem desempenhar um papel no TDAH.

Sintomas do TDAH em crianças

Os sintomas do TDAH podem variar de criança para criança, mas alguns dos sinais mais comuns incluem:

  • Dificuldade em prestar atenção a detalhes ou em manter o foco em tarefas
  • Fazer muitos erros descuidados em trabalhos escolares ou atividades
  • Dificuldade em seguir as instruções e completar tarefas
  • Parecer desorganizado e perder frequentemente pertences importantes
  • Ser facilmente distraído por estímulos externos
  • Falar excessivamente e interromper os outros
  • Ter dificuldade em esperar a sua vez e em ficar sentado quieto
  • Agir de forma impulsiva, sem pensar nas consequências

TDAH em crianças: principais características

Como identificar sinais de TDAH

Identificar sinais de TDAH pode ser um desafio, pois muitos dos sintomas podem ser confundidos com características típicas do desenvolvimento infantil. 

No entanto, se você notar um padrão persistente de comportamento desatento, hiperativo ou impulsivo que afeta o desempenho acadêmico e a vida cotidiana da criança, pode ser hora de considerar uma avaliação profissional.

A identificação precoce do TDAH é essencial para ajudar as crianças a obter o apoio e tratamento necessários. 

Nesse sentido, pais, professores e profissionais de saúde mental desempenham um papel importante na observação dos sintomas e no encaminhamento para uma avaliação especializada. 

É importante salientar também que, mesmo que haja suspeitas, o diagnóstico de TDAH é multidisciplinar, ou seja, envolve mais de um profissional. Psicólogo, psiquiatra, neurologista e psicopedagogos geralmente são os profissionais que em conjunto fornecem o diagnóstico de TDAH. 

Importância do diagnóstico precoce de TDAH em crianças

O diagnóstico precoce do TDAH é crucial para garantir que as crianças recebam o apoio adequado para enfrentar os desafios associados ao transtorno. 

Pois, sem um diagnóstico e tratamento adequados, as crianças com TDAH podem enfrentar dificuldades acadêmicas, problemas de relacionamento e baixa autoestima.

Além disso, o diagnóstico precoce permite que os pais e educadores compreendam melhor as necessidades da criança e possam implementar estratégias de apoio e intervenções específicas para melhorar sua qualidade de vida.

Impacto do TDAH na vida escolar e pessoal

O TDAH pode ter um impacto significativo na vida escolar e pessoal de uma criança. Na escola, as dificuldades de concentração podem levar a baixo desempenho acadêmico, problemas de comportamento e dificuldades de socialização. A criança com TDAH pode sentir-se desmotivada, frustrada e excluída dos grupos de colegas.

Assim como também, o TDAH também pode afetar a vida pessoal da criança, causando problemas emocionais, baixa autoestima e dificuldades em manter amizades saudáveis. Sendo  fundamental que os pais, educadores e profissionais de saúde trabalhem em conjunto para fornecer o suporte necessário e ajudar a criança a superar os desafios do TDAH.

TDAH em crianças: tratamento

Tratamentos e terapias para crianças com TDAH

Existem várias abordagens de tratamento e terapias que podem ser eficazes para crianças com TDAH. Algumas opções incluem:

  1. Terapia comportamental: essa abordagem ajuda a criança a desenvolver habilidades de organização, gerenciamento do tempo, controle de impulsos e habilidades sociais.
  2. Terapia medicamentosa: em alguns casos, medicamentos estimulantes, como metilfenidato, podem ser prescritos para ajudar a controlar os sintomas do TDAH. É importante discutir com um médico especialista sobre os riscos e benefícios desses medicamentos.
  3. Apoio educacional: a criança pode se beneficiar de adaptações e estratégias de ensino individualizadas para ajudar a melhorar o desempenho acadêmico e a lidar com os desafios do TDAH na escola.
  4. Psicoterapia: terapia individual ou em grupo pode ser útil para a criança lidar com questões emocionais, melhorar a autoestima e desenvolver habilidades de coping (aumento de controle pessoal frente a situações de estresse). 

Por fim, vale lembrar que cada criança é única e pode responder de forma diferente a diferentes tratamentos. Um plano de tratamento individualizado, em conjunto com a participação dos pais, educadores e profissionais de saúde, é essencial para o manejo eficaz do TDAH na criança.

E, em resumo, identificar sinais de TDAH em crianças é fundamental para possibilitar um diagnóstico e tratamento precoce.

Pois, ao reconhecer os sintomas, buscar ajuda profissional adequada e implementar estratégias de intervenção, é possível ajudar a criança alcançar seu pleno potencial escolar e pessoal, superando os desafios impostos pelo TDAH. 


Leia também: Será que é ansiedade infantil? Sintomas, sinais e como tratar
                     Atraso no desenvolvimento infantil: Quando devo me preocupar?

Faça o teste para saber se seu filho pode ter TDAH! 

 

2 comentários

Luana Bernardes
Luana Bernardes

Oi, Neusa! Nós nos enchemos de alegria em poder ajudar você e o seu pequeno. O acompanhamento adequado fará toda a diferença no desenvolvimento dele!

Neusa silva
Neusa silva

Goi muito útil. Pois meu filho zem 7 anos e eu descobri que ele tem tdah. Através de pesquisa e levei no pediatra e o pediatra mim encaminhou pro neurologista infantil

Deixe um comentário

Obs: Os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados.

Este site é protegido por reCAPTCHA e a Política de privacidade e os Termos de serviço do Google se aplicam.