Entenda quando você deve tomar a decisão de começar a utilizar lentes corretivas - SunKids

Entenda quando você deve tomar a decisão de começar a utilizar lentes corretivas

A maioria das pessoas não sabem o que são, para que servem e quando devem utilizar as lentes corretivas, algo extremamente negativo, principalmente quando paramos para observar a quantidade de pessoas que tendem a fazer uso destas lentes sem o diagnóstico oftalmológico antes.

Contudo, se você deseja aprender tudo que diz respeito a este tema, e assim, melhorar consideravelmente as suas práticas e saúde ocular, é fundamental que preste muita atenção a seguir.

Afinal, o que são lentes corretivas? Para que elas servem?

Como o próprio nome diz, lentes corretivas são lentes especiais que possuem o objetivo de facilitar, ou até mesmo de melhorar a capacidade de um indivíduo enxergar. Normalmente estas lentes são requisitadas em casos de desenvolvimento de algum tipo de erro de refração ocular, como a miopia ou o astigmatismo.

Cada lente possui o seu próprio objetivo, já que uma lente desenvolvida para uma pessoa com miopia não servirá para ajudar uma pessoa com astigmatismo, tendo em vista que cada uma destas lentes possui a sua própria fabricação de acordo com o seu usuário final. 

Como se já não bastasse, estas lentes também costumam ser classificadas e divididas de acordo com o grau. Quanto maior o grau de uma lente, maior será o seu potencial de auxiliar um indivíduo a voltar a enxergar normalmente. Infelizmente, quem necessita de lentes de maiores graus já deve apresentar uma perda significativa da visão, e nestes casos, a cirurgia pode se tornar uma boa opção.

 

Então eu devo começar a utilizar estas lentes quando eu perceber algum problema ocular?

A maioria das pessoas acham que todos e quaisquer problemas que levam a perda parcial da visão são casos em que as lentes corretivas podem e devem ser utilizadas, entretanto, este pensamento está completamente errado e deve ser mudado o mais breve possível, já que inúmeras pessoas, por conta própria (ou seja, sem a consulta ao oftalmologista), pioraram a sua situação indo atrás de utilizar lentes corretivas em um caso ineficaz.

De maneira geral, existem alguns problemas e doenças oculares que não permitem que a perda de visão proveniente da mesma seja corrigida de forma tradicional, ou seja, através de lentes. Isso acontece por conta da área de desenvolvimento e foco que estas doenças possuem. 

Os erros de refração tendem a se desenvolver e causar danos em algumas formações do olho, como antes da retina ou até mesmo na córnea. A pior situação acontece quando o indivíduo desenvolve um problema que possui como fonte a própria retina, cristalino ou outra região ocular mais sensível, e assim, não permite a correção da visão através das lentes.

Consulte um oftalmologista

Vale dizer que antes de tomar qualquer medida preventiva, você deve consultar um oftalmologista, já que através dele, um diagnóstico completo sobre o seu caso será feito, algo que lhe mostrará o seu problema, a possível fonte dele e o melhor tratamento que você deve seguir.

 

Principais problemas que levam a utilização de Lentes corretivas

Para finalizar com chave de ouro, também achamos necessário trazer uma breve explicação sobre todos os problemas que podem levar um indivíduo a utilizar lentes corretivas, que são:

Erros de refração que podem ser desenvolvidos em qualquer idade

Como citado acima, os erros de refração são considerados como os casos mais comuns onde as lentes corretivas são exigidas. Estes erros podem ser desenvolvidos por conta de inúmeros fatores, como por exemplo: idade, excesso de absorção de raios solares, excesso de absorção de luzes azuis, más práticas sobre a visão, hereditariedade, lesões oculares, entre outras.

Na atualidade existem 3 erros de refração que podem ser desenvolvidos por todos, que são: 

  • Miopia: O indivíduo perde parcialmente a capacidade de enxergar de longe;
  • Hipermetropia: O indivíduo perde parcialmente a capacidade de enxergar de perto;
  • Astigmatismo: O indivíduo perde parcialmente a capacidade de enxergar de longe e de perto;

Erro de refração desenvolvido por conta do envelhecimento

Por fim, algo que ainda não foi citado, é que existe um erro de refração que pode ser desenvolvido por conta do envelhecimento natural do corpo. Felizmente, este erro, também denominado como Presbiopia, também pode ser tratado através de lentes corretivas. De forma resumida, pode-se dizer que a Presbiopia acaba ocasionando uma grande canseira e fadiga ocular para o usuário, limitando diretamente a sua capacidade de enxergar.

Voltar para o blog

Deixe um comentário

Os comentários precisam ser aprovados antes da publicação.