Olho tremendo sozinho pode ser algum problema de visão? Entenda tudo! - SunKids

Olho tremendo sozinho pode ser algum problema de visão? Entenda tudo!

1 comentário

A pálpebra ou o olho tremendo sozinho, também denominado como blefaroespasmo, se tornou um problema bem frequente na atualidade, algo comprovado pelo Prof. Doutor Manuel Monteiro (NOM 26903). Por conta disso, outros oftalmologistas e pesquisadores começaram a realizar estudos atrás das principais causas deste sintoma, e com tal estudo, foi possível notar que alguns casos mais específicos e sérios estão começando a aparecer, já que antigamente, este problema era causado somente por estresse excessivo, algo que já ficou no passado.

Estes casos demonstraram que o olho tremendo sozinho foi ocasionado por uma doença ocular, e por conta da falta de informação, tais problemas conseguiram se desenvolver além do recomendado, dificultando em várias vezes o seu tratamento. Para dar um fim a estes casos, nós da SunKids resolvemos separar e disponibilizar todas as informações referentes ao sintoma, algo que você deve conhecer!

Conheça as principais causas do olho tremendo sozinho

Para evitar enrolação, decidimos ir direto ao ponto e trazer as principais causas do olho tremendo sozinho. Vale dizer que este sintoma possui uma grande variedade de causas, cada uma com os seus próprios riscos e tratamentos, e por conta disso, separamos somente as 8 causas que possuem mais casos registrados por oftalmologistas, e que também foram aconselhadas pelo Prof. Doutor Manuel Monteiro, que são:

Estresse excessivo 

Como citado, o estresse excessivo ainda é considerado como uma das principais fontes deste sintoma, já que o estresse ocasiona uma grande mudança sobre o organismo, algo que pode impactar todo o corpo e órgãos do indivíduo. Um exemplo disso, é quando paramos para pensar nas pessoas que sentem fortes dores de barriga após ou durante uma situação estressante.

O olho tremendo sozinho é somente outro sintoma natural do corpo conforme a sua alta exposição ao estresse, já que os hormônios atingem diretamente o sistema nervoso, tirando o total controle sobre alguns músculos menores do corpo, como por exemplo a pálpebra.

Abuso das telas

Muitas pessoas não sabem, mas a fadiga ocular é outro dos principais fatores e causas que levam o indivíduo a apresentar tremedeira no olho com grande frequência, já que na maioria das vezes, este problema causa um grande cansaço sobre a musculatura dos olhos, obrigando-as a trabalhar de maneira excessiva.

Vale dizer que uma das principais causas da fadiga ocular é o uso excessivo de telas, como televisões e celulares. Por conta disso, pode-se dizer que estes aparelhos são alguns dos principais culpados do olho tremendo sozinho.

 

Olho seco

Partindo para o primeiro problema que pode ser considerado como uma alteração direta das características “comuns” que um olho deve apresentar, não poderíamos citar outra opção além do olho seco, que é classificado sim como um grande problema de visão e que merece um tratamento precoce, evitando o seu desenvolvimento para outro problema.

De maneira geral, este problema é ocasionado pela falta de lubrificação sobre o globo ocular, causando grande irritação e maior esforço das pálpebras, podendo ocasionar o tremor nos olhos.

Alergias

Algumas alergias também podem ser a fonte do problema, já que diversas alergias conseguem ter uma influência direta sobre os olhos, principalmente no assunto de coceira, produção de lágrimas e irritação, levando o indivíduo a coçar rigorosamente os olhos, criando uma situação onde a pálpebra pode começar a tremer. Muitas pessoas com Rinite alérgica registraram o aparecimento e desenvolvimento deste sintoma.

Alguns problemas de visão

Não podemos descartar o fato de que alguns problemas de visão, principalmente aqueles que causam um impacto direto sobre a capacidade do indivíduo enxergar, conseguem causar o sintoma do olho tremendo sozinho. Um exemplo de tais problemas são: miopia, astigmatismo, hipermetropia, catarata, baixa visão, conjuntivite, entre outros. Na maioria dos casos, os problemas de visão levam o indivíduo a utilizar os seus olhos de forma inadequada, ocasionando o cansaço e fadiga ocular, e consequentemente, o sintoma citado acima.

Sono e alimentação irregular

Por fim, mas não menos importante, diversos estudos já mostraram que o sono e a alimentação possuem uma influência direta sobre a saúde e energia ocular. Ou seja, uma pessoa que não possui práticas saudáveis nestas duas áreas acaba tendo uma menor resistência para enfrentar todos os fatores durante o dia a dia.

Tal ponto ocasiona diretamente a fadiga ocular, e com isso, o olho tremendo sozinho se torna uma realidade. Tal situação merece uma maior atenção e cuidado, já que na maioria das vezes, tal sintoma acaba evoluindo para algo bem mais sério e que compromete diretamente a visão do indivíduo permanentemente.

1 comentário

Dayana
Dayana

Obrigada pelas informações, pois adquiri um bom conhecimento e descobri que tenho que ir ao oculista o mais rápido possível

Deixe um comentário

Obs: Os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados.

Este site é protegido por reCAPTCHA e a Política de privacidade e os Termos de serviço do Google se aplicam.